Analitics

segunda-feira, agosto 01, 2016

Tarzan

Dias atrás fui assistir A Lenda do Tarzan. Queria até escrever uma crítica sobre o filme, mas achei melhor só postar algumas fotos mesmo. Hehehe.





E aí? Gostaram?

segunda-feira, abril 18, 2016

Um cuspe na cara (e outro tiro no pé)


Durante muito tempo admirei a postura do Jean Wyllys no Congresso, a coragem de ser o único deputado federal assumidamente LGBT e a defesa de pautas progressistas. Mas o tempo no legislativo não parece ter feito bem ao parlamentar.

Há tempos ele (e sua assessoria) tem demonstrado uma arrogância e mania de superioridade perante seus críticos, especialmente a quem o apóia (ou apoiava), mas discordava pontualmente de algum posicionamento ou fala. Sua postura mais recorrente é a do “sou inteligente demais pra debater com você, que é burro ou desonesto em demasia pra não me aplaudir”

Jean tem realmente nível intelectual bem maior que a grande maioria dos seus colegas. Numa legislatura de nível tão baixo, deve ser mesmo triste ver-se ao lado de vários corruptos notórios, outros hipócritas , donos de currais eleitorais, etc. Talvez este isolamento no Congresso o tenha feito se encastelar, e tenha lhe criado a ilusão de ser melhor do que realmente é. Seu purismo no campo das ideias o fez se afastar de um mínimo traquejo político, como se tal habilidade pudesse macular sua postura “superior”.

Por uma infantilidade dessas, Jean vira alvo fácil de armadilhas dos seus adversários, que fazem festa a cada tropeço seu. Lembre-se do caso do avião, em que ele se recusou a sentar-se ao lado do Jair Bolsonaro. Um ato tão imaturo quanto inócuo, criando um factóide contra si próprio. Até o Tiririca é mais esperto!

Tony Goes defende escreveu hoje sobre o caso, defendendo que Jean precisa contratar um assessor de imagem e controlar o próprio temperamento. Concordo, mas acho que o buraco é mais embaixo. Penso que ele está acometido de um “eu-fodismo” crônico, que o impede de ver suas falhas e de aceitar as críticas até de quem quer continuar a apoiá-lo. Sem uma autocrítica verdadeira, não tem assessor que dê jeito. E, com isso, a população que seria defendida por ele perde uma de suas raras vozes, e talvez seu representante mais icônico.

Defendendo pautas espinhosas e relevantes, Jean demonstrou ser muito mais que um mero “ex-BBB”. Mostrou ser um tipo de parlamentar necessário, que não se resume a barganhar baixezas nos subterrâneos do Congresso. No entanto, as disparar cusparadas no Plenário, em plena votação do impeachment, mostrou descontrole digno de um “ex-Fazenda”.

Miga, sua loka! Assim não tem como te defender!

quinta-feira, dezembro 31, 2015

2016



Contando horas para o ano novo, venho aqui desejar aos amigos um 2016 muito melhor que 2015. 

Desejo muito amor, saúde, equilíbrio, conquistas e felicidades nas vidas de todos.

E que possamos sempre expandir pensamentos e horizontes, rumo a um presente é um futuro cada dia melhores.

Apertem os cintos. Portas em automático. Estamos prontos para decolagem. 

Feliz Ano Novo!
Feliz Año Nuevo
Happy New Year!
Felice Anno Nuovo!
Glückliches Neues Jahr!
Yeni Yılınız Kutlu Olsun!
С Новым Годом!
Ευτυχισμένο το Νέο Έτος!
سنة جديدة سعيدة!
新年あけましておめでとうございます!
新年快乐!

segunda-feira, outubro 12, 2015

Ouro de Tolo



Eu é que não me sento
No trono de um apartamento
Com a boca escancarada
Cheia de dentes
Esperando a morte chegar

Porque longe das cercas
Embandeiradas
Que separam quintais
No cume calmo
Do meu olho que vê
Assenta a sombra sonora
De um disco voador

segunda-feira, outubro 05, 2015

Que calor!



Belo Horizonte está vivendo um calor do Senegal, sem ter praias da Bahia. O horizonte pode até ficar mais belo, mas só de imaginar que isso é apenas o início da primavera (!!!), dá um pingo de desânimo. Antigamente costumava dizer que preferia temperaturas altas às baixas. O frio nunca foi uma grande paixão. Começo a mudar de ideia. Deve ser saudade...

sábado, outubro 03, 2015

Gordices



Belo Horizonte tem vivido uma onda de festivais gastronômicos nos últimos tempos, que eu tenho adorado. Com o passar dos anos, e as mudanças naturais da vida de casado, eu e Personal temos ido cada vez menos em baladas e cada vez mais em restaurantes. A bebida perde espaço pra comida. Por um lado o corpo agradece pelas horas de sono a mais. Por outro, reclama mais atenção pelos quilinhos adicionados também.

Só este final de semana já há alguns eventos bacanas. Um deles se chama Fartura Gastronomia, e acontecerá ao lado da Praça da Liberdade. Fomos no ano passado e foi ótimo. O outro é o Gastronomia da Praça, que acontece na Praça do Papa. Esse ainda não conhecemos, mas ouvimos falar muito bem também.

Como ambos acontecem sábado e domingo, dá pra ir um dia em cada. Garantia de comida boa o fim de semana inteiro. E incentivo de ir pra academia durante toda a semana seguinte também!

quarta-feira, setembro 30, 2015

Salve Jorge



Em tempos em que até a superlua tem eclipse, é sempre bom estar atento e forte.
Salve São Jorge Guerreiro!

Oração a São Jorge
Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em pensamentos eles possam me fazer mal.
Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu corpo amarrar.
Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.
Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo.
São Jorge Rogai por Nós.

sábado, janeiro 26, 2013

Tem sempre alguém de olho (ou de ouvido) por perto


Esta semana, num ambiente de trabalho, encontro com um velho amigo dos tempos de faculdade. Papo vai, papo vem, ele me solta a pergunta:

- Marco, dia tal você estava no Restaurante X, correto?

De fato, eu estive no tal restaurante no dia. É um restaurante muito fino daqui de BH, que eu nunca tinha ido antes. Fomos eu e Personal comemorar quatro anos de relacionamento, e por isso escolhemos um lugar bacana e inédito para nós.

- Sim, estava. Mas como você sabe?
- É que neste dia havia um casal de amigos estava lá, comemorando aniversário de namoro, e ouviu alguém comentar sobre o aniversário da minha esposa, que era no mesmo dia. Ouviu também que a pessoa, que tinha sido minha colega na faculdade, deu parabéns pra ela no Facebook. Bom, dos parabéns que ela recebeu, só vi você lá da faculdade, mas queria confirmar se era você mesmo.

Ou seja, o tal casal, que eu não faço ideia de quem seja, estava de butuca na minha conversa com o Personal,e  ao invés de aproveitar a comemoração própria, ficou xeretando o papo alheio.
Na minha mente vieram alguns pensamentos:

“Ô data pra ter aniversário!”
“Não importa onde você esteja, quando menos se imagina, tem alguém de olho no que você faz, e pronto pra sair contando por aí.”
“Ainda bem que eu estava falando bem da pessoa. Imagina se eu estivesse falando mal!!!”

Essa é uma historinha besta, sobre como as notícias correm à nossa revelia. Sobre fofoca. Sobre falar bem, falar mal, mas não deixar de falar. Essa historinha besta que me deu vontade de vir aqui, dar um alô. Falar que estou bem. Que estou feliz. E que quem é vivo sempre aparece.

Até qualquer dia!

sábado, fevereiro 04, 2012

Podres de Ricas


Assisti uns pedaços na mais nova sensação trash da TV brasileira. O realty show Mulheres Ricas, da Band. Fiquei de cara com o "naipe" das figuras mostradas neste verdadeiro show de horrores, tão distante de qualquer riqueza ou realidade.

O programa mostra o "dia-a-dia" de um bando de peruas e seus arroubos de deslumbramento e ostentação. Verdade seja dita, há entre elas as que guardam alguma conexão com o mundo dos mortais, como a ex-sem terra, ex-playboy, ex-Fantasia e ex-piloto de Truck Débora Rodrigues. Mas há as que parecem tomar champagne como se fosse água mineral, e acham que arrorar marcar famosas é sinal de luxo. Irônico quando vindo de quem já exerceu a profissão mais antiga do mundo, e possivelmente bebeu muita coisa diferente por aí.


Claro que para se fazer um programa de televisão é preciso contar com bons personagens, e estas senhoras sabem disso, interpretando caricaturas de si mesmas e forjando amizades verdadeiras como notas de três reais.

Vejo este tipo de programa como entretenimento puro. Uma bobagem, uma besteira, rasa, fútil, descartável., sem maiores consequências. Mas o incrível é como tem gente que leva a coisa a sério, vendo em tudo motivo de revolta, vergonha das mazelas nacionais, etc. Balela! Dar a este programa uma importância que ele não é dar valor ao que não merece. Pior ainda é quem acredita no que vê e transforma este padrão de comportamento em objetivo de vida. Isso sim, lastimável.


Meus ciclos de amizades abrangem pessoas de todas as classes. Tenho amigos com pouca grana e amigos com muita grana. Mas muita grana, mesmo! Especialmente nestes percebo o quanto a educação vale mais que o saldo bancário. É o berço que define o que a pessoa é na vida - seja o berço de ouro, de madeira ou de caixote.

Eu me lembro certa vez de uma amiga, de família muito rica, que se casou e foi morar no Rio com o marido. Ambos trabalham para pagar suas contas e se sustentarem sozinhos. O casal tem apenas um carro, usado normalmente pelo marido. Ela vai pro trampo todo dia de ônibus. "Vou querer dois carros pra quê? Quero só ter dinheiro pra andar de taxi quando precisar e viajar o mundo quando quiser."

Taí a diferença entre ter bens e ter valores.
Related Posts with Thumbnails