Analitics

quinta-feira, maio 13, 2010

Sensacional

Um dos melhores sites que passei a visitar recentemente é o Sensacionalista. Ele tem o formato de uma página de notícias, mas as matérias veículadas são todas fictícias. Para quem tem um pouquinho de bom sendo, dá pra perceber pelo conteúdo (e jamais pela forma) que o que se escreve por lá não pode ser verdade. Mas os mais incautos acreditam nas barbaridades publicadas - e muitos são os que se revoltam. A leitura desatentanão os fazem perceber que o próprio lema da página já denuncia que se trata de "um jornal isento de verdade".

Recentemente o site viu uma de suas matérias ganhar as páginas virtuais do mundo inteiro como se fosse uma reportagem real. Trata-se do texto da americana que alegava ter engravidado após assistir a um filme pornô 3D, enquanto seu marido passava um ano no Iraque, servindo no exército.

Como tem mais a ver com o tema deste blog, prefiro transcrever outra matéria, um pouco mais antiga, que trata de um assunto bastante delicado: a frustrada tentativa adoção feita por um casal gay.



Casal gay é proibido de adotar surfista de 22 anos

Rio de Janeiro – O arquiteto Jônatas Perri, de 42 anos, e o ator Wilson Leite, de 40 anos, não se conhecem há muito tempo, mas estavam dispostos a dar um passo decisivo: queriam receber mais um membro em suas vidas.

Há um mês, Jônatas e Wilson conheceram o surfista Kadu, de 22 anos, no Posto 9, a célebre praia de Ipanema. Empolgados com a presença física do rapaz, Jônatas e Wilson decidiram adotá-lo. Foi quando o sonho virou pesadelo. A Promotoria de Justiça do Rio de Janeiro impediu que o processo de adoção fosse adiante.

“Isso não faz o menor sentido”, disse o promotor Jerônimo Tenterra, autor da liminar que impediu o processo de adoção. “Não tenho nenhum preconceito. Acho que os gays são capazes de criar uma família. Mas não sei de onde esses dois tiraram essa ideia”.


“Acho que a gente não sabia muito bem como funciona essa coisa de adoção”, disse Jônatas. “Custava explicar melhor? E nem precisava ser uma adoção completa. Ele podia vir aqui em casa quando quisesse, não precisava dormir”.

“Todo mundo sabe que é mais difícil adotar quando o menino está mais grandinho”, disse Wilson, em tom de revolta. “E agora essa. Ninguém pergunta ao rapaz o que ele quer”.

Procurado pela reportagem, Kadu preferiu não se pronunciar. “Minha família ainda não sabe disso, véio. Minha mãe vai morrer do coração!”, disse Kadu.

O Ministério Público do Rio de Janeiro afirma que pedidos que fazem leitura inadequada da lei são comuns. No último mês, um homem tentou enviar a própria sogra, de 72 anos, para um lar de adoção.

As sutilezas do texto são impressionantes. "Mais um membro em suas vidas", por exemplo. Sensacional, não?

3 comentários:

Emmanuel disse...

Adorey a partch: "E nem precisava ser uma adoção completa. Ele podia vir aqui em casa quando quisesse, não precisava dormir"

Acho que tbm vou adotar um quaretnão pra mim...

Eu ja tava com essa idéia na cabeça! Espero que eu consiga, se eu não conseguir, espero que ELE consiga me adotar!

Bjs

RIMPO disse...

Rsrsrs, q baguio doido!!! Vou adotar um macho de ma ou me 30 anos!!! Hehehe será q dá???

Anônimo disse...

Acabei de adicionar seu feed para meus favoritos. Eu realmente gosto de ler seus posts.

Related Posts with Thumbnails